23.3.10

Vida pura paixão


Bom mesmo é ir a luta com determinação,

abraçar a vida com paixão, perder
com classe e vencer com ousadia,
pois o triunfo pertence a quem se atreve...
A vida é muita para ser insignificante.
Charles Chaplin


Fim de tarde, Icaraí-RJ



13 comentários:

  1. E por isso que luto todos os dias.
    Adoro Charles Chaplin!

    Beijo moça! ;*

    Estefani

    ResponderExcluir
  2. Sim perder a classe de vez enquando, mas nunca a paisagem e a piada. Beijo

    ResponderExcluir
  3. São a paixão e a fantasia que nos deixam eloquentes .

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. E também se cair, tudo bem. O que importa é a elegância com a qual a gente se levanta.

    Beijo pra vc. e seus pedaços.

    Hod.

    ResponderExcluir
  5. te ler,amigo teu ser,tye sorver e com voce interagir,magia pura é ,e sempre será!

    yessssssssssssssssssssssssssssssssss
    viver é pura magia!

    viva la vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  6. ahh
    já li mtas vezes esse texto
    adoro²²
    "o triunfo pertence a quem se atreve..."

    sim, sim.. com certeza!

    beijoss

    ResponderExcluir
  7. Gisa, foi mesmo um post desabafo o meu. Mais de 5 meses de inverno quase sucumbi. Mas vejo tb todo um cuidado de Deus com a minha vida por eu estar aqui, o problema é que como ser humano falha que sou esqueco de agradecer pela boa vida que Deus tem me dado, pura ingratidao tb da minha parte.
    Preciso aprender a ser um pouco mais ousada com a vida que tenho, rs.

    Belo texto.

    Bom fim de semana

    Beijao

    ResponderExcluir
  8. Muito obrigado pela visita.
    Adorei seu blog também! E concordo com Chaplin que devemos sempre vencer com ousadia.

    Beijos, Vinicius Pires

    ResponderExcluir
  9. Faremos um sorteio no blog. Passe por lá para saber como e quando. E faca a sua inscricao para poder participar.

    Abracos

    ResponderExcluir
  10. Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. 
    Nem tão longe e nem tão perto. 
    Na medida mais precisa que eu puder. 
    Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, 
    Da maneira mais discreta que eu souber. 
    Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. 
    Sem forçar tua vontade. 
    Sem falar, quando for hora de calar. 
    E sem calar, quando for hora de falar. 
    Nem ausente, nem presente por demais. 
    Simplesmente, calmamente, ser-te paz. 
    É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! 
    E por isso eu te suplico paciência. 
    Vou encher este teu rosto de lembranças, 
    Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
    Fernando Pessoa

    Um domingo de paz e amor junto aos seus!
    abraço

    ResponderExcluir
  11. é um artista incrivel, será que teremos outro assim?

    Fique com Deus, menina Gisa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, gosto de responder em seu espaço, assim, aproveito para te conhecer melhor.
Abraços com carinho.